3 de set de 2009

DICAS IMPORTANTES PARA ESCOLHER SEU BUQUÊ




Para cada noiva existe um tipo de bouquet. Independentemente de tudo, o bouquet necessita de estar em harmonia com o vestido, o estilo da noiva, a sua estatura, e o seu estilo. E, fique a saber que as cores mais usadas, depois do branco, são os tons laranja, lavanda, e cor-de-rosa. Para noivas usadas os bouquets com flores vermelhas são lindos! Leia aqui os oito passos essenciais para escolher o seu bouquet.
1 - Nunca se usa a mesma flor do bouquet na decoração.

2 - Depois de decidir qual o modelo que pretende, e escolher as flores, é necessário pensar no lado pratico e no conforto do bouquet. A maioria dos floristas aconselham a cobrir o caule com um tecido agradável ao toque e fácil de segurar. Pode ser o mesmo vestido do tecido, cetim ou gorgorão.

3 - Verifique a antecedência com que o buquê é entregue. De preferência duas horas antes da cerimônia. Assim, as flores mantêm-se frescas.

4 - Se o buquê for entregue na véspera, não se esqueça de colocar em água e, quando o tirar, limpar o caule.

5 - É aconselhável ser a noiva a levantar ou a receber o buquê, pois saberá exatamente se corresponde ao que foi encomendado. Desta forma, evita que as flores entregues sejam diferentes das flores escolhidas.

6 - Quando segurar o buquê, encoste o antebraço na lateral da cintura. Dessa forma, não haverá como se enganar relativamente à altura em que deve pegar nas flores.

7 - Na igreja, enquanto estiver em frente ao altar, poderá pousar o buquê ou pedir à sua Mãe ou madrinha que o segure.

8 - Se quer ter um toque de sofisticação, inclua no buquê a flor que servirá para adornar a lapela do seu noivo. Quando chegar ao altar, coloque a flor no fraque do seu noivo!

História e tradição do bouquet

O costume da noiva levar um buquê começou na Grécia Antiga. No entanto, na altura, os bouquets eram constituídos por ramos de ervas e alho para atrair bons fluidos e afastar o mau-olhado, garantindo uma união duradoura. Em Roma, era comum a noiva levar um ramo de ervas, significando fidelidade e fertilidade. Na Polônia, no século XVIII, o buquê costumava ser salpicado com açúcar para adocicar o temperamento das noivas. Ao longo do tempo, diferentes sociedades acrescentaram novas interpretações ao buquê. Recentemente, as ervas foram substituirdes por flores. Primeiro apenas uma flor, depois os ramos com diferentes tamanhos e feitos de acordo com o gosto da noiva. Atualmente, os bouque têm diferentes flores, formatos, cores e feitos, segundo o estilo do vestido e personalidade da noiva. Inspirado em revistas, opiniões, flores da época e tudo o mais, escolha já o seu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário